ESCLARECIMENTOS

Este material não fazia parte da realidade do meu momento atual, tornou-se aos poucos um grande sonho, que trouxe para minha vida esclarecimentos e elucidações. Por isso decidi compartilhar com outras pessoas a grande experiência que foi essa viagem a o mundo de Smallville.
Minha principal meta é apresentar um material para que os leitores tirem suas próprias idéias e deduções partindo do meu ponto de vista.
Deixo explicitamente transparente que não me julgo uma grande entendedora dos assuntos específicos de cada episódio. Mas, tenho um enorme encanto e constante interesse por esses temas. Me considero uma curiosa e uma amante insaciável de múltiplas áreas. Quero acrescentar também, que meu conhecimento e credenciais profissionais não abarcam essa gama profunda de assuntos. Para me tornar uma melhor conhecedora, apenas me deixei seduzir com o seriado Smallville e me dediquei a pesquisar cada vez mais um grande número de áreas do saber.
Para iniciar esta obra contei com a ajuda de várias pessoas que me motivaram a seguir em frente, com apoio e, sempre me preenchendo de energia, através do mais nobre dos relacionamentos: O de mestre e aluno.

domingo, 14 de setembro de 2008

Livros que aparecem na Série

“Um livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive.”(Padre Antônio Vieira)

1º Temporada

- Clark – Nietzche (1.01)
‘ O que não provoca minha morte, faz com que eu fique mais forte” Friedrich Nietzsche
“Eu jamais iria para a fogueira por uma opinião minha, afinal, não tenho certeza alguma. Porém, eu iria pelo direito de ter e mudar de opinião, quantas vezes eu quisesse.” Friedrich Nietzsche


Nietzsche - Além do bem e do mal. É o livro pós-Zaratustra, sobre o qual disse: "é incompreensível, pois remete a experiências só minhas, e eu não encontro companhia nem entre os vivos, nem entre os mortos". Nietzsche sugere o super-homem e se coloca além do bem e do mal, e fez seus valores em pedaços. No seu livro diz que por trás de toda a moralidade existe a vontade de poder. O homem deve exercer o poder da vida, de modo a servir de solo ao super-homem. A moral é uma força contrária à natureza. Para chegar ao super-homem, Nietzsche não descarta a eugenia, a procriação para fins de superação. Passa-se o sangue e a alma para o filho, que continua as obras. O sangue é espírito também. A educação deve enobrecer o espírito humano, e não restringi-lo. Uma vida viajante faz com que não nos prendamos em rotinas, tem que se viver em estado de alerta, como guerreiro.


- Jodi – “ Fat Content” ( 1.07) ( não identificado)

- Lana – “ Confederacy of Dunces” (1.07) Autor: John Kennedy Toole ( escrito na década de 60)
“ Uma confederação de estúpidos” (A Conjuração dos Imbecis)
Um livro Clássico que foi transformado em filme.
Quando John Kennedy Toole se suicidou com 32 anos tinha desistido da publicação do seu único romance: A Confederacy of Dunces, o qual tentou publicar durante 10 anos sem conseguir nenhum sucesso.. Se não fosse a persistência da mãe, que retomou sua luta por quase mais 20 anos, o mundo moderno estaria privado de sua obra.
O autor através de humor , onde a classe média sai completamente ridiculizada graças às aventuras de Ignatius J. Really, descreve um personagem quase esquizofrênico, com a caricaturizacão de diversos estereótipos, A história acompanha Ignatius, um corpulento intelectual, ( no qual o autor tentou imaginar um Dom Quichote da era da psicanálise)que passa por péssimos trabalhos e namoros enrolados, enquanto mora com a excêntrica mãe, na década de 60.
Vencedor do prêmio Pulitzer de 1980 de Melhor Comédia.

- Clark está lendo "Homens São de Marte, Mulheres São de Vênus" (1.19)
O autor é JOHN GRAY , um ex-monge, casado, e fino observador dos relacionamentos humanos.De forma bem divertida, criativa e leve, o autor ressalta as diferentes formas de pensar e agir dos dois sexos.
Onde coloca que todas as mulheres (Venusianas – da astrologia, Vênus arquétipo feminino)são iguais e os homens (Marcianos – da astrologia: Marte, arquétipo masculino)também.
Fala sobre os homens quando se aborrecem eles querem silêncio e solidão. Que eles dão muita importância ao trabalho, à competência, às conquistas, que gosta de ficar relaxa calado, vendo TV, lendo jornais.
Já as mulheres, quando preocupadas resultam na matraca desenfreada, pois falando, acalmam-se e precisa ser ouvida para se sentir amada. Gostam de conversar para criar relações e compartilhar sentimentos
Grande best-seller do entendimento que relata as diferentes formas de pensar de homens e mulheres
E essas diferenças são apenas algumas na verdadeira teia de divergências que fazem com que os dois sexos não se entendam.
Um guia seguro para que um homem entenda, por exemplo, que o desabafo é uma atitude tipicamente feminina. E a mulher perceba que se trancar a sete chaves com seus problemas é uma atitude masculina. Servindo de intérprete entre linguagens diversas, Gray não garante a volta ao Paraíso. Mas aponta o caminho. Aponta as diferenças de temperamento entre homens e mulheres, manifestadas desde os tempos primitivos das cavernas.

- Lionel lendo poesia (1.19)
TÍTULO GERAL DA OBRA: FOLHAS DE GRAMA - Walt Whitman
Tradução/Recriação de ©Gentil Saraiva Junior
CANÇÃO DE MIM
1
Eu celebro a mim mesmo, e canto a mim,
E o que eu assumo, você assume,
Pois todo átomo que pertence a mim a bem dizer pertence-lhe.
Eu vadio e convido minha alma,
Eu me curvo e vadio à vontade reparando em uma haste de grama do estio.
Minha língua, cada átomo de meu sangue, formado deste solo, deste ar,
Nascido aqui de pais nascidos aqui de pais daqui, e seus pais idem,
Eu, com trinta-e-sete anos de idade em perfeita saúde começo,
Querendo não cessar até a morte.
Credos e escolas suspensos,
Recuando um momento satisfeitos com o que são, mas nunca esquecidos,
Eu os mantenho para o bem ou o mal, eu permito falar a todo risco,
Natureza desregrada com energia original.


2º Temporada


- No Episódio (2.02) Clark está no celeiro lendo:
FAHRENHEIT 451 um clássico de Bradbury (Ray Douglas Bradbury)
Conta a história de uma sociedade futurista, onde a maioria dos livros são proibidos por serem considerados uma ameaça para a sociedade. Um grupo de bombeiros são encarregados da queima deles quando encontrados. Até que um bombeiro começa a se questionar porque queimar os livros.

- No Episódio (2.05) Lex declama o final do poema de John Donne (1571- 1631)
Poeta Inglês, escritor de prosa e clérigo, considerado o maior poeta metafísico e um dos maiores escritores de poesia de amor.


HOLY SONNET XIV - Batter My Heart ( Golpeia meu coração)
by John Donne

Batter my heart, three-personed God, for youAs yet but knock, breathe, shine, and seek to mend; That I may rise, and stand, o'erthrow me, and bendYour force to break, blow, burn, and make me new.I, like an usurped town, to another due,Labour to admit you, but Oh, to no end. Reason, your viceroy in me, me should defend,But is captived, and proves weak or untrue.Yet dearly I love you, and would be loved fain,But am betrothed unto your enemy:Divorce me, untie or break that knot again,Take me to you, imprison me, for I,Except you enthrall me, never shall be free,: Nor ever chaste, except you ravish me.



2º, 3º e 4º Temporadas seguem posteriormente


"É claro que meus filhos terão computadores, mas antes terão livros." (Bill Gate)

SONNET HOLY XIV por John Donne
: Golpeie meu coração, three-personed o deus, para você: Ainda mas as batidas, respiram, brilham, e procuram emendar;: Que eu posso se levantar, e estar, o'erthrow mim, e curvatura: Sua força para quebrar-me, fundir, queimar, e fazer novo.: I, gostam de uma cidade usurped, a uma outra dívida,: Trabalhe para admitir o, mas Oh, a nenhuma extremidade.: A razão, seu viceroy em mim, mim deve defender,: Mas é captived, e prova fraco ou untrue.: Contudo cara eu te amo, e seria amei fain,: Mas o am betrothed até seu inimigo:: Divorcíe-me, desate-o ou quebre-o esse nó outra vez,: Faça-lhe - exame de me, imprison me, para I,: A não ser que você enthrall me, nunca esteja livre,: Nem sempre chaste, exceto você ravish mim.

"Uma casa cheia de livros é um jardim cheio de flores." (Andrew Lang – Ballade of true Wisdom)

Nenhum comentário:

 

smallville

superman

super homem

clark kent

kansas
krypton