ESCLARECIMENTOS

Este material não fazia parte da realidade do meu momento atual, tornou-se aos poucos um grande sonho, que trouxe para minha vida esclarecimentos e elucidações. Por isso decidi compartilhar com outras pessoas a grande experiência que foi essa viagem a o mundo de Smallville.
Minha principal meta é apresentar um material para que os leitores tirem suas próprias idéias e deduções partindo do meu ponto de vista.
Deixo explicitamente transparente que não me julgo uma grande entendedora dos assuntos específicos de cada episódio. Mas, tenho um enorme encanto e constante interesse por esses temas. Me considero uma curiosa e uma amante insaciável de múltiplas áreas. Quero acrescentar também, que meu conhecimento e credenciais profissionais não abarcam essa gama profunda de assuntos. Para me tornar uma melhor conhecedora, apenas me deixei seduzir com o seriado Smallville e me dediquei a pesquisar cada vez mais um grande número de áreas do saber.
Para iniciar esta obra contei com a ajuda de várias pessoas que me motivaram a seguir em frente, com apoio e, sempre me preenchendo de energia, através do mais nobre dos relacionamentos: O de mestre e aluno.

domingo, 14 de setembro de 2008

QuartaTemporada - Episódio 11

· Episódio “Inseguro” (4.11)
No Talon, Martha vê duas belas moças conversando com Clark e pergunta-lhe se está interessado em sair com uma delas. Clark ironicamente diz que sim, para depois estragar tudo mentindo a seu respeito, como ele fez com Lana.
Sua mãe tenta fazer Clark compreender que na hora certa ele encontrará alguém especial.
Clark – “ Só uma louca se envolveria comigo...” (4.11)
Ao voltar para casa Clark encontra Alicia a sua espera. Alicia dizendo-se curada, veio procurara Clark por ter repensado sobre seus atos todo o tempo que ficou internada em Belle Reve. Ela gostaria que Clark a desculpasse, pois por ele ser especial como ela, Clark foi a razão dela ter conseguido superar essa fase difícil. Para provar sua boa intenção ela garante que não contou a ninguém sobre os poderes de Clark. Alicia agora está usando um bracelete que libera pequenos fragmentos de chumbo em sua corrente sanguínea, impedindo-a de usar seus poderes de teletransporte.
Ao contar a seus pais sobre a cura de Alicia, eles não acreditam em seus restabelecimento, e acham que o lugar de Alicia é na clínica.
Clark checa os laudos do psiquiatra de Alicia Baker, Dr. William Mc Bride, que garante que ela ficou completamente curada de seu distúrbio de personalidade e suas crises psicóticas.
Contente com a noticia, Clark convida Alicia para sair. Em seu encontro Alicia percebe que está sendo seguida por seu psiquiatra, que a ameaça de voltar a interná-la caso ela continue a se encontrar com Clark. Sem contar sobre a aparição do Dr. Mc Bride, Alicia chama Clark para fugir com ela para Califórnia. Ela argumenta que gostaria de ir para um lugar onde as pessoas não soubessem o que ela fez de errado e ignorassem seus superpoderes. Quando Clark diz que não pode deixar Smallville Alicia vai embora. Ela vai até o jornal “Tocha” pegar o anel de Kryptonita vermelha de Chloe para montar um colar especial para Clark. Com o pretexto de se despedir antes de partir, Alicia aparece no celeiro de Clark para lhe entregar um presente de recordação. Ao colocar o colar de Kryptonita vermelha em Clark ele se transforma em um vulcão de paixão. Antes de se entregar aos impulsos calorosos de Clark, Alicia pergunta a Clark se ele realmente está comprometido com ela. Ele responde que foram feitos um para o outro e desejando que Alicia se torne sua esposa. Clark pede que ela os teletransforte para Las Vegas para se casarem. Após a cerimonia em Las Vegas, eles partem para uma suite especial para consumar o casamento.
Na “hora H” Alicia resolve tirar o colar de Kryptonita vermelha de Clark, para que ele não esteja num momento tão importante influenciado pela pedra vermelha e Clark volta ao normal. Clark zangado com Alicia por ela ter usado o subterfúgio do meteoro vermelho, acha que pode ter se enganado ao ter decidido ficar com ela. Magoada, Alicia desaparece.
Todos ficam a procura de Alicia, inclusive seu psiquiatra, que vai a fazenda de Clark responsabilizá-lo pelo desaparecimento de sua paciente. Ao culpar Clark de estragar todo trabalho de reabilitar Alicia, Dr. Mc Bride aponta uma arma para Clark. Alicia surge se materializando na frente de Clark, para evitar que ele seja baleado. Mesmo sabendo de sua invulnerabilidade, Alicia não querendo que Dr. Mac Bride suspeite dos poderes de Clark, leva o tiro em seu lugar. Clark leva Alicia para o hospital e Alicia justifica seu erro em usar a pedra pelo medo de perdê-lo, já que ele é a única pessoa que a faz se sentir normal.
Clark – “ Me drogar não foi a melhor maneira de manter a nossa relação. Eu queria você com ou sem aquela pedra.”
Martha se diz decepcionada com Clark por ele ter fugido e casado com Alícia, mesmo com um casamento sem validade jurídica.
Martha – “ ... Você é um jovem incrível, Clark. Você toda decisões sobre a vida e a morte todos os dias, mas então você vira e faz isso...
Clark – Mãe, há uma parte em mim que nunca se sentiu tão livre, quando estava com Alícia. Com ela me sinto normal e especial ao mesmo tempo.”
Alicia procura Clark ao sair do hospital, agradecendo-o por ajuda-la a se tornar cada vez mais uma pessoa cada vez melhor, ela se despede dele:
Alicia – “ Olhe, eu sei que nunca poderemos ficar juntos depois do que eu fiz. Mas isso não muda o que eu sinto. Eu só queria que você soubesse, que enquanto eu viver seu segredo será guardado. Eu te amo...”
Clark estava vivendo em isolamento, em um movimento voluntário de solidão, vivendo apenas na intimidade de sua família, tendo somente o conforto de seus pais. Clark escolheu conscientemente viver nessa privacidade, excluindo a proximidade dos outros. Ele sabia que esse estado de solidão era fruto de sua necessidade intima que estava insatisfeita, não apenas pelo dissabor de sua relação infrutífera com Lana, mas por saber que seria uma condição crônica em sua vida. Ele recusava a intimidade de outras relações por ter a certeza que iria arruiná-las inevitavelmente.
Por ser alguém “especial” Clark sabe que é muito difícil encontrar alguém para compartilhar sua vida com ele.
Ao reencontrar Alicia, viu uma chance de conseguir construir com ela uma vida em comum, pois ele também está a procura de um par, mas gostaria que a relação fosse crescendo devagar, para se tornar firme. Alicia se precipitou, querendo pular etapas primordiais na construção da vida a dois. O amor, como qualquer semente que agente plante na vida precisa seguir suas etapas desde preparar o terreno, semear, regar e cultivar, para isso é essencial a paciência, caso contrário a planta não ‘vinga”. Não se pode deixar de vivenciar cada fase que compõe o caminho que é preciso para o seu crescimento. E essa parece constituir a principal diferença para se ter uma relação duradoura. Alicia deixou escapar o amor por seus dedos, como areia que escorre quanto mais queremos aprisionar.
Clark também viu escapulir de sua vida uma nova chance de recomeçar.
“ O que mais dói não é o que há no coração, mas essas coisas lindas que nunca existirão.” (Fernando Pessoa)

Nenhum comentário:

 

smallville

superman

super homem

clark kent

kansas
krypton