ESCLARECIMENTOS

Este material não fazia parte da realidade do meu momento atual, tornou-se aos poucos um grande sonho, que trouxe para minha vida esclarecimentos e elucidações. Por isso decidi compartilhar com outras pessoas a grande experiência que foi essa viagem a o mundo de Smallville.
Minha principal meta é apresentar um material para que os leitores tirem suas próprias idéias e deduções partindo do meu ponto de vista.
Deixo explicitamente transparente que não me julgo uma grande entendedora dos assuntos específicos de cada episódio. Mas, tenho um enorme encanto e constante interesse por esses temas. Me considero uma curiosa e uma amante insaciável de múltiplas áreas. Quero acrescentar também, que meu conhecimento e credenciais profissionais não abarcam essa gama profunda de assuntos. Para me tornar uma melhor conhecedora, apenas me deixei seduzir com o seriado Smallville e me dediquei a pesquisar cada vez mais um grande número de áreas do saber.
Para iniciar esta obra contei com a ajuda de várias pessoas que me motivaram a seguir em frente, com apoio e, sempre me preenchendo de energia, através do mais nobre dos relacionamentos: O de mestre e aluno.

domingo, 14 de setembro de 2008

Terceira Temporada - Episódio 1

· Episódio “Exílio” (3.01)
Três meses se passaram desde que Clark saiu de Smallville. Utilizando a Kryptonita vermelha, ele se transformou
em um jovem hostil, provocador e até destrutivo, com um coração carregado de angustia e dor. Essa mudança de rumos cria um clima "dark" e agressivo.
Em vez do bom moço visto até então, virou um super bad boy (menino mau). A máscara do “bad Clark” foi criada por ele mesmo, para esconder sua verdadeira personalidade, que agora vive sob tensão e conflitos. Ele usa esse disfarce na tentativa de esconder-se de si mesmo.Mas embaixo dessa carapaça ainda vive um Clark doce e amável. Sente saudades de sua família, telefona para casa apenas para ouvir a voz de seus pais.
Assaltando caixas fortes e bancos, roubando, vandalizando, no fundo sua índole continua boa, pois nem assim se permitia matar (não assassinou ninguém). Apesar de desfilar com belas mulheres não ficava com nenhuma, pois ainda se guardava para Lana.
Sua violência não é gratuita, Clark possui um maior quantum de fragilidade e ao encarar seus erros, ele se autoflagela, lembrando dos danos que causou com a explosão da nave. Para ele é um pecado que o corrói, dilacera, tortura e foge para não precisar expor sua ferida. Prefere conviver com seu mal secretamente, na clausura do silêncio, para purgar a sua culpa (as vidas que salvou, não consolam e também não recuperam a vida do bebe que Martha perdeu ).
Sua cólera descontrolada chamou a atenção de um grande chefe do crime organizado Morgan Edge, fazendo uma oferta para Clark efetuar um assalto. A principio Clark não aceita, mas após se encontrar com Lana, ela liga para Jonathan para dizer sua localização. Para evitar de ser encontrado por seu pai, Clark decide desaparecer e resolve fazer o serviço para Morgan Edge: assaltar o escritório de Lionel Luthor.
Através de um acordo com o pai biológico de Clark, Jonathan consegue adquirir poderes temporariamente e vai até Metrópolis para trazê-lo de volta:
Jonathan – “ Filho, você vai voltar comigo agora” (3.01)
Jonathan não hesitou em entrar na luta para trazer Clark de volta, mesmo sabendo que seria difícil encarar a fúria de seu filho. Sua figura de pai que não quer deixar seu filho se perder é extraordinariamente comovente.
Possuído pelo espírito de honra e seus valores, que passou esse tempo todo a ensinar Clark, e alimentado pela fé que o amor de um pai pode salvar um filho., arriscou sua vida. Foi ao cumprimento de sua missão, resgatar Clark.
“ Se você quer ser bem sucedido, precisa ter dedicação total, buscar seu último limite e dar o melhor de si mesmo.”
(Ayrton Senna)

Nenhum comentário:

 

smallville

superman

super homem

clark kent

kansas
krypton