ESCLARECIMENTOS

Este material não fazia parte da realidade do meu momento atual, tornou-se aos poucos um grande sonho, que trouxe para minha vida esclarecimentos e elucidações. Por isso decidi compartilhar com outras pessoas a grande experiência que foi essa viagem a o mundo de Smallville.
Minha principal meta é apresentar um material para que os leitores tirem suas próprias idéias e deduções partindo do meu ponto de vista.
Deixo explicitamente transparente que não me julgo uma grande entendedora dos assuntos específicos de cada episódio. Mas, tenho um enorme encanto e constante interesse por esses temas. Me considero uma curiosa e uma amante insaciável de múltiplas áreas. Quero acrescentar também, que meu conhecimento e credenciais profissionais não abarcam essa gama profunda de assuntos. Para me tornar uma melhor conhecedora, apenas me deixei seduzir com o seriado Smallville e me dediquei a pesquisar cada vez mais um grande número de áreas do saber.
Para iniciar esta obra contei com a ajuda de várias pessoas que me motivaram a seguir em frente, com apoio e, sempre me preenchendo de energia, através do mais nobre dos relacionamentos: O de mestre e aluno.

domingo, 14 de setembro de 2008

QuartaTemporada - Episódio 14

· Episódio “Krpto” (4.14)
Lois atropela um cachorro na estrada e o leva para a fazenda Kent. Ao conviverem com o animal descobrem que ele tem uma força fora do comum. Clark encontra nele uma chip de identificação e junto com Lois o levam até a veterinária da cidade, para descobrir as informações gravadas no micro-identificador. Eles descobrem que o animal pertence a Luthorcorp. O atendente da veterinária, Zach reconhece o cachorro (Einstein), foi um dos cães enviados para serem eliminados após a Luthorcorp abortar o projeto do “super-power Dogs”. Era uma pesquisa para produzir cães super-poderosos utilizando a mistura de esteróides e pedras de meteoro. Zach e seu irmão Josh, se apropriaram de dois cachorros e os treinaram para fazer assaltos, mas um deles tinha fugido (Einstein). Querendo reaver Einstein, eles enviam o outro cão (Hércules) para trazer o cachorro da fazenda Kent e conseguirem efetuar seu último assalto.
Clark investigando o desaparecimento de Einstein descobre os planos para o assalto ao carro-forte da LuthorCorp. Chegando após o assalto, Clark encontra o furgão dos bandidos com os dois cães e entra no veículo para libertá-los, mas antes de conseguir descer do carro algumas ampolas com mistura de kryptonita são quebradas acidentalmente e Clark é levado no furgão. Eisntein percebendo que seu novo dono (Clark) estava em perigo segue o furgão. Entrando no carro puxa Clark com seus dentes para fora do veículo, salvando-o.
Josh e Zach decidem colocar fogo no furgão para eliminar provas que poderiam incriminá-los. Vendo que seu “colega” Hércules ainda estava preso e corria perigo Einstein salta entre as chamas e consegue solta-lo. Hércules consegue fugir, mas Eisnten fica preso porque as chamas ficaram muito altas. Hércules avisa Clark que seu “companheiro” não saiu e Clark volta para buscá-lo.
Einstein se tornou um herói e Jonathan deixa Clark ficar com ele.
Clark decide chamá-lo de Krypto, Lex fica intrigado com a escolha do nome e Clark explica:
Clark – É porque seu passado é como um criptograma.”
Lex ao analisar o estado que o carro forte da Luthorcorp ficou após o assalto, acha que o cachorro pode ser perigoso.
Clark – “ Mas não está perigoso agora. Ele salvou minha vida. Eu assumirei o risco dessa lealdade.”
Martha troca o nome do cachorro de Krypto para Shelby, em homenagem a um cão que ela teve em sua infância.
Clark se identifica com o cachorro, não só por seus superpoderes como por seu caráter. Shelby não “ pulou do navio” ao ver o problema de Jonathan, de Clark ou de Hércules. Ao contrário, fez todo sacrifício que era necessário na situação, mesmo correndo risco de vida. Shelby mostrou que não estava na companhia dos Kent apenas em troca de casa e comida ou outros benefícios efêmeros das circunstâncias. Demonstrou seu agradecimento pela acolhida e carinho que recebeu dando em troca sua fidelidade. Mostrou entender que a vida é um dar e receber, uma via de mão dupla. Para ser Leal é necessário ser correspondido em sua dedicação, lealdade é uma virtude que só existe quando se sente correspondido em confiança.
“ Na lealdade prevalece a justiça do caráter e não o interesse de circunstâncias fugazes. O que é válido hoje continua sendo válido amanhã. A atitude daquele que é leal não está sujeita aos ventos que passam mas é antes um valor eternamente gravado no tempo e na consciência. O cofre da lealdade está sempre seguro. Não há chave que possa abri-lo enquanto a integridade e a coerência forem mantidas. Os segredos do coração estão sempre a salvo
quando a conduta é elevada. (Antônio Sequeira, Virtudes para uma Nova Consciência - Centro de Raja Yoga Brahma Kumaris)
“O cão o ama pelo que você realmente é, não pelo que você pensa ser ou pelo que gostaria de ser."
( Vininha F. Carvalho )

Nenhum comentário:

 

smallville

superman

super homem

clark kent

kansas
krypton