ESCLARECIMENTOS

Este material não fazia parte da realidade do meu momento atual, tornou-se aos poucos um grande sonho, que trouxe para minha vida esclarecimentos e elucidações. Por isso decidi compartilhar com outras pessoas a grande experiência que foi essa viagem a o mundo de Smallville.
Minha principal meta é apresentar um material para que os leitores tirem suas próprias idéias e deduções partindo do meu ponto de vista.
Deixo explicitamente transparente que não me julgo uma grande entendedora dos assuntos específicos de cada episódio. Mas, tenho um enorme encanto e constante interesse por esses temas. Me considero uma curiosa e uma amante insaciável de múltiplas áreas. Quero acrescentar também, que meu conhecimento e credenciais profissionais não abarcam essa gama profunda de assuntos. Para me tornar uma melhor conhecedora, apenas me deixei seduzir com o seriado Smallville e me dediquei a pesquisar cada vez mais um grande número de áreas do saber.
Para iniciar esta obra contei com a ajuda de várias pessoas que me motivaram a seguir em frente, com apoio e, sempre me preenchendo de energia, através do mais nobre dos relacionamentos: O de mestre e aluno.

domingo, 14 de setembro de 2008

Terceira Temporada - Episódio 12

· Episódio “No outro Mundo” (3.12)
Um novo aluno entra para o colégio, Jordan Cross. Dotado de um dom especial, Jordan consegue prever a morte das pessoas que o tocam. Lana é a primeira pessoa que ele tem uma visão na escola. Ele vê Lana em sua velhice, morrendo em paz. Sua próxima visão foi com o professor Altman, Jordan percebe que ele irá morrer atropelado em breve. Olhando sua cara assustada, Clark percebe que algo está errado e presta atenção a todos em sua volta, impedindo que prof. Altman seja atropelado, salvando-o .
O Professor tentou se suicidar, após a decisão de desligar o aparelho no hospital que mantinha sua filha viva. Ela ficou por muito tempo em estado crítico, após um atropelamento. Adotando um estranho comportamento após sair do hospital, uma junta médica recomenda acompanhamento psiquiátrico para o professor.
Clark desconfia que Jordan soubesse que algo ia acontecer ao professor Altman e resolve sonda-lo. Ao encostar em Jordan, o menino sensitivo tem uma linda visão ao ser tocado por Clark. Ele vê Clark cercado de uma maravilhosa luz brilhante se irradiando a sua volta, afluindo no infinito.
Resolvendo esmiuçar esse assunto, Clark constata que o comportamento excêntrico de Jordan está se tornando famoso, pois já foi apelidado de “ senhor medo patológico de contato humano”. Clark constata em suas pesquisas, que Jordan é dotado de uma espécie de premunição. Pelo alto índice de acertos que Clark possui em apurar “esquisitices” Chloe decide ajudá-lo. Eles encontram uma matéria no jornal “Ledger”, no qual Jordan aos seis anos previu a morte de uma mulher em um parque de diversões. Isso confirma que o Professor não foi a primeira premunição de Jordan. Mergulhado nas analises sobre ele, descobre que Jordan nasceu no dia da chuva de meteoros. Vítima de um impacto direto de um meteoro, sua mãe morreu logo depois que Jordan nasceu.
Chloe – “ uma vida termina e outra começa”. (3.12)
Eles percebem ser essa a ligação das origens da vidência de Jordan, especificamente para o momento da morte.
Jordan antevê mais uma morte, a de Megan. Ao querer preveni-la ela se assusta e causa uma confusão na escola.
Clark conversa com Jordan, dizendo acreditar nele. Pergunta-lhe se já conseguiu evitar que as visões acontecessem, poupando alguma morte. Apesar de tentar tudo, Jordan e seu pai nunca conseguiram impedir que seus presságios se cumprissem. Jordan diz que a única pessoa que foi capaz de impossibilitar esses acontecimento foi Clark e quando teve as visões com ele, teve certeza de se tratar de alguém especial.
Jordan – “ você não tem fim como os outros. É como se fosse viver para sempre.”
Jordan tenta se esconder do tumulto, encontrando Lana e Adam no colégio. Choca-se sem querer com Adam, tendo uma horrível sensação ao encostar nele e ao esbarrar em Lana percebe que de alguma forma seu futuro foi alterado. Algo terrível agora está para acontecer com Lana. Antes de conseguir avisá-la, Jordan é golpeado na cabeça e Lana é seqüestrada. Ao voltar a si, procura Clark contando-lhe que o futuro de Lana foi alterado e ela corre risco de vida. Clark e Jordan saem para tentar identificar o local das visões de Jordan e impedir uma tragédia. Eles encontram uma casa em chamas, com Megan e Lana em seu interior. Clark consegue salvá-las, mas Jordan tentando retirar o Professor do incêndio, não consegue sair. Clark volta para resgatá-lo e o encontra já desacordado.
Antes de Clark conseguir reviver Jordan com massagens cardíacas, Jordan viu sua falecida mãe e tentou ir com ela, mas não conseguiu.
Clark – “ talvez não fosse sua hora...”
Desse dia em diante as visões de Jordan sumiram. Antes de encerrar os assuntos de suas premonições, Jordan avisa a Lana que algo de muito ruim aconteceu com Adam, pois ele tem a sensação que o amigo de Lana já morreu...
Ao analisar tudo que aconteceu Clark se questiona se ele foi enviado para mudar o destino e se preocupa com a possibilidade de tomar uma decisão errada:
Martha– “ é uma enorme responsabilidade. Concentre-se no bem que faz. Pense em todos os que já salvou: seu pai, eu Lex... e ele se tornou um grande amigo. Amor, você só precisa fazer o melhor que puder. Não pode salvar todos...”
Jordan é um mero instrumento de avaliação para que Clark possa obter respostas sobre ele mesmo, através de ponderações que propiciam uma interiorização. Na verdade quem responde à questão é ele próprio e desde o início já sabia a resposta. Com sua interferência, Clark pode proporcionar um futuro mais próspero e radiante para as pessoas, concedendo-lhes uma segunda chance. Funcionando como um tipo de “sementeira”, plantando uma nova semente nas pessoas por ele “salvas”, para elas reavaliarem suas vidas. Isso lhes imprimirá um novo ritmo de vida, através de amadurecimento e conscientização, para desabrocharem o que verdadeiramente são.
É dada a oportunidade a Clark, para poder fazer algo com “aquele destino”, ou seja, deve ajudar as pessoas impulsionando um novo rumo, não deixando o destino agir independentemente, com a capacidade de reescrever a história.
O destino de uma pessoa está traçado no sentido desta ser salva, já que a "a cada ação corresponde a uma reação", como a física, é o "destino" de cada um, que vai sendo escrito conforme suas atividades. Se existe uma predestinação, ainda é uma incógnita.
Mas os grandes prodígios e as benesses que Clark poderá fazer ao longo de sua existência, com seus atos altruístas,
contribuirão para que o mundo seja realmente melhor. Virá de sua participação, fazer do planeta um local melhor com pessoas melhores.
Ao conhecer Jordan, Clark confirma as colocações de Cassandra( episódio 1.06), que ele é o predestinado, que mudará o mundo e despertará as pessoas.
“ A vida não é uma pergunta a ser respondida, é um mistério a ser vivido” (Sidarta Gautama – Buda)

Nenhum comentário:

 

smallville

superman

super homem

clark kent

kansas
krypton