ESCLARECIMENTOS

Este material não fazia parte da realidade do meu momento atual, tornou-se aos poucos um grande sonho, que trouxe para minha vida esclarecimentos e elucidações. Por isso decidi compartilhar com outras pessoas a grande experiência que foi essa viagem a o mundo de Smallville.
Minha principal meta é apresentar um material para que os leitores tirem suas próprias idéias e deduções partindo do meu ponto de vista.
Deixo explicitamente transparente que não me julgo uma grande entendedora dos assuntos específicos de cada episódio. Mas, tenho um enorme encanto e constante interesse por esses temas. Me considero uma curiosa e uma amante insaciável de múltiplas áreas. Quero acrescentar também, que meu conhecimento e credenciais profissionais não abarcam essa gama profunda de assuntos. Para me tornar uma melhor conhecedora, apenas me deixei seduzir com o seriado Smallville e me dediquei a pesquisar cada vez mais um grande número de áreas do saber.
Para iniciar esta obra contei com a ajuda de várias pessoas que me motivaram a seguir em frente, com apoio e, sempre me preenchendo de energia, através do mais nobre dos relacionamentos: O de mestre e aluno.

domingo, 14 de setembro de 2008

Segunda Temporada - Episódio 7

· Episódio “Em busca das origens” (2.07)
Clark conhece a Sra. Dunlevy, que diz ser sua mãe. Ele tentou dizer-lhe que se tratava de um engano, mas ela não se convenceu. Disse que a única adoção feita pela agência foi a de seu filho. Jonathan e Martha tentam desencorajá-la para não levantarem suspeitas a respeito da origem de Clark. Dunlevy diz se arrepender de ter entregue seu filho ( o qual chama de Lucas) e gostaria de se aproximar de Clark.
Jonathan – “ Espero sinceramente que encontre Lucas algum dia. Mas terei de pedir que nunca mais incomode minha família ou Clark.” ( 2.07)Dunlevy busca outros recursos para se aproximar de Clark. Através de Lex, dizendo-lhe que foi enfermeira de sua mãe e que se tornou muito íntima de Lionel, tendo um filho com ele, o qual Lionel a obrigou a colocar para adoção.
Lex- “ Está dizendo que Clark e eu...
Dunlevy – Ele é seu irmão, Lex”
Lex vai procurar Clark, contando os fatos que Dunlevy lhe apresentou:
Lex- Rachel Dunlevy me procurou. Disse que você e eu temos cromossomos em comum. Os cromossomos do meu pai, para ser mais exato... acho que a beleza ficou toda para mim na família!”
Lex resolve pesquisar sobre o assunto, buscando apurar a idoneidade da “fonte”. Ele coloca para Clark que também é céptico quanto a questão, mas que no século 21 ninguém pode alegar nada sem fazer um teste de DNA. Indaga se Clark está disposto a fazer. Clark faz o exame de DNA pela saliva. Mas consegue invadir o laboratório e trocar a amostra pela saliva de Pete. O exame deu negativo e isso deixou Dunlevy enfurecida com Lionel, acusando-o de manipular o resultado. Desesperada seqüestra Lex e pede em troca que Lionel diga em rede nacional que a adoção de Clark foi forjada, ou então matará Lex. Clark começa a investigar sobre ela e descobre o endereço de uma casa adquirida em Smallville em nome de “Lucas Luthor” . Clark vai até o endereço e chega no momento que Rachel Dunlevy está lançando um machado em Lex. Clark estraçalha o machado.
Dunlevy – “ Quem é você? “
Clark – É o que estou tentando dizer... não sou seu filho.”
Clark enfrentou duas situações ao mesmo tempo: evitar que seu segredo fosse desmascarado e ao mesmo tempo salvar a vida de Lex, sendo uma coisa ligada a outra. Jamais se deixou desviar do caminho de ajudar.
Ao mesmo tempo seus pais foram obrigados a esclarecer a verdade sobre a adoção de Clark. A despeito de um retorno às origens, tentaram elucidar essa questão. Clark passou a refletir, de modo crítico, sobre sua condição perante um mundo e uma sociedade que o espanta, ameaça e desafia à lançar novas respostas. A verdade para Clark é uma questão muito frágil, pois pode ser utilizada contra ele. Mas para Clark é poderosa, porque em sua busca pelo que é verdadeiro em sua vida, ele encontra sentido não só para sua existência, como de toda subsistência humana.
“Não há crianças ilegítimas, só pais ilegítimos”. (Léon R. Yankwich)

Nenhum comentário:

 

smallville

superman

super homem

clark kent

kansas
krypton