ESCLARECIMENTOS

Este material não fazia parte da realidade do meu momento atual, tornou-se aos poucos um grande sonho, que trouxe para minha vida esclarecimentos e elucidações. Por isso decidi compartilhar com outras pessoas a grande experiência que foi essa viagem a o mundo de Smallville.
Minha principal meta é apresentar um material para que os leitores tirem suas próprias idéias e deduções partindo do meu ponto de vista.
Deixo explicitamente transparente que não me julgo uma grande entendedora dos assuntos específicos de cada episódio. Mas, tenho um enorme encanto e constante interesse por esses temas. Me considero uma curiosa e uma amante insaciável de múltiplas áreas. Quero acrescentar também, que meu conhecimento e credenciais profissionais não abarcam essa gama profunda de assuntos. Para me tornar uma melhor conhecedora, apenas me deixei seduzir com o seriado Smallville e me dediquei a pesquisar cada vez mais um grande número de áreas do saber.
Para iniciar esta obra contei com a ajuda de várias pessoas que me motivaram a seguir em frente, com apoio e, sempre me preenchendo de energia, através do mais nobre dos relacionamentos: O de mestre e aluno.

domingo, 14 de setembro de 2008

Segunda Temporada - Episódio 21

· Episódio “Acelerado” (2.21)
Lana procura Clark perguntando se ele acredita em fantasmas. Ela conta que está vendo uma amiga de infância que morreu afogada há seis anos caindo de uma ponte, quando estavam brincando. Clark diz para Lana que deve ter alguma explicação racional para isso. Ele pede ajuda a Chloe, mas ela acha que é uma defesa do subconsciente de Lana e não acredita. Clark junto com Pete, partem para apurar. Eles vão até o cemitério olhar o túmulo de Emily Dinsmore, Clark vê o corpo da menina lá dentro. Surge uma garota e Clark corre para tentar seguí-la, mas ela é mais rápida que ele. Clark procura Lana dizendo que ela não é um fantasma e que ele também a viu. Clark descobre que ela é fruto de um tipo de clonagem, com uma grande aceleração do desenvolvimento celular. Encontrando a menina, ele conversa com ela:
Clark – “ ... não há mal em ser diferente. Eu também sou. Isso não muda quem somos. “ (2.21)
Lex admira a façanha assombrosa que conseguiram fazer no laboratório, mas Clark não concorda:
Clark – “Diga isso a menina que não sabe quem é ...”
Após tudo ser desvendado, Lana agradece a Clark, por não ter duvidado dela e não ter achado que ela era louca. Clark não entrou em controvérsia sobre a existência de fantasmas, não foi buscar uma teoria para vultos inexplicáveis e também não achou que Lana estava vendo coisas como fruto de sua imaginação. Buscou uma resposta plausível para a questão. A resposta encontrada foi a clonagem, através de uma manipulação radical utilizando Kryptonita.
Clark colocou em questão à dignidade da pessoa clonada, que virá ao mundo em virtude do seu ser (embora apenas cópia biológica) de outro indivíduo e o questionamento de sua identidade e seus direitos.
Deixando as indagações éticas em aberto...
“ Existem almas generosas neste planeta que estão comprometidas em curar a si mesmas e ao mundo” (Deepak Chopra)

Nenhum comentário:

 

smallville

superman

super homem

clark kent

kansas
krypton